quinta-feira, 7 de junho de 2012

Buceta, uma novela cor-de-rosa

Vocês também se assustaram com o título desse livro, não assustaram? Mas a intenção é justamente (creio eu) chamar a atenção. Segundo uma entrevista com Luiz Biajoni, autor do livro (e de outros com títulos chamativos do tipo, digamos), a intenção não é chocar, mas sim tirar um pouco o tabu acerca dessa palavra. Recomendo uma entrevista que Luiz deu ao site Amálgama (link).

Enfim! Buceta, uma novela cor-de-rosa é um romance policial que se passa em apenas 3 dias. É um livro bem envolvente, não consegui parar até terminá-lo. Não tem embromação, embora haja um clima de suspense em torno de uma série de fatos estranhos que ocorreram em uma cidade pequena.
A linguagem é bem popular, e termos considerados palavrão - usados corriqueiramente no nosso dia a dia - são escritos ao natural. Nada do que alguém jamais tenha ouvido por aí, conversando com os amigos.

E tem de tudo nessa história: temas como transexualidade, conivência de polícia com crimes, gente poderosa envolvida com drogas e assuntos ilícitos (roubos e desmanche de carros), a rotina de jornalistas, e uma crítica nem tão implícita assim aos militares. E mais outros assuntos sórdidos e comuns em qualquer cidade por aí.

Vale a pena esperar o espanto com o título passar e devorar essa aventura policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...